Capa da Publicação

Homem-Aranha, o inicio do fim.

-

Bom, para quem não sabe, com a nova fase Marvel NOW! Muita coisa está mudando, e uma delas é o Homem-Aranha, isso mesmo.

Por Felipe Lima → A partir do ano que vem o Amigão da Vizinhança não será mais Peter Parker, e a mais tradicional revista da Marvel, Espetacular Homem-Aranha, que completou cinquenta anos em 2012, será encerrada em sua edição 700º e substituída por outra: Superior Homem-Aranha, isso aí, nova fase, novo revista, novo Aranha.

Mas como tudo isso acontece?

Os desdobramentos de fato começam na Espetacular Homem Aranha 698. A história começa com um rebuliço da prisão dos super vilões, é o Octopus, hoje um moribundo prestes a morrer em qualquer momento, que só consegue murmurar as palavras “Peter Parker”. A cena corta

Para o Homem Aranha em NY um pouco mais “confiante” do que o normal e dizendo que este será o melhor dia da sua vida, a partir daí já pode começar a estranhar um pouco o comportamento de Parker… O Amigão da Vizinhança está voltando para casa quando é surpreendido por um pedido de ajuda. Um assaltante qualquer em uma armadura não é páreo para o Homem-Aranha e este o derruba com apenas um soco. Logo em seguida, descobrimos que o bandido na verdade usava uma “armadura” feita em casa e armas de brinquedo. Questionado pela policia após o meliante ser atendido em uma ambulância, Peter manda na lata “Não vou prestar depoimento, pois tenho uma vida!”…

Ele vai pra casa, admira seu rosto (de forma nada usual) e um corte, e fica agradavelmente surpreso ao notar a velocidade em que se recupera. Pulando a parte chata, ele vai de encontro a MJ na boate dela e se mostra muito mais atirado pra cima da ruiva do que em qualquer outra ocasião, mas a moça lembra que eles tem que visitar a tia May na fisioterapia e corta o clima de Peter. Já com a velha e MJ, o cartão dos Vingadores dele acende/toca/vibra/seilaoqueissofazdeverdade e ele vai em direção a prisão, sendo recebido pela Mulher-Aranha, Capitão América e seu novo uniforme maneiro, Wolverine e Gavião Arqueiro. O Capitão afirma que o Octopus entrou em atividade, está para morrer e como último pedido quer ver o Peter Parker (guardem essa parte, é o Peter Parker que ele quer ver, não o Homem Aranha), então o Aranha pede pra se encontrar sozinho com o Octopus. No encontro, tudo muda e você, fã do cabeça de teia como eu, começa a chorar de raiva. O moribundo Octopus chorando fala que ele é o Peter Parker. Enquanto o moço jovem conhecido como Peter Parker revela ser Otto Octavius/Dr. Octopus e diz que o Peter vai morrer dentro do corpo ferrado e maltratado pelos anos de surra levados pelo Homem-Aranha, e que ele (Octopus) viverá no corpo sadio e sarado de Peter, tendo acesso a todas as memórias vividas pelo garoto, e diz também que nunca revelará como fez a troca de corpos. Bom, as maquininhas que mantém o Octopus/Peter vivo fazem beep e ele sofre uma parada cardíaca. O Peter/Octopus sai da sala e encontra os Vingadores, que perguntam se tudo está bem, no que ele responde que nunca se sentiu melhor, e tem o resto da vida pra viver.

Deu pra entender? O Peter Parker que conhecemos e amamos está preso no corpo quase morto do Dr. Octopus, enquanto o Dr. Está bem ali, fingindo para todo mundo ser tanto o Homem-Aranha quanto o Peter Parker, isto faltando duas edições para se encerrar a HQ.

Ok, essa semana saiu a edição 699, o corpo do Oquinho sofreu uma parada cardíaca e os médicos da SHIELD conseguem, a muito contra-gosto inclusive, revivê-lo. Mal sabem eles que no corpo surrado e cansado de Octopus está a mente de Peter Parker, que tenta desesperadamente sair da situação, como bem esperado do gênio de Peter, ele lembra que Octopus diz que pode acessar todas suas memórias e logo conclui que o contrário também pode ser válido e começa a vasculhar a memória do seu inimigo, revendo a primeira surra que o Otto levou, o casamento e uma noite de sexo (eca) dele com sua tia May (para quem não sabe, nos anos 70, Dr. Octopus e tia May tiveram um relacionamento e quase se casaram) e além de tudo, como a troca de corpos ocorreu: Na edição #600, Peter usa um capacete de controle mental projetado pelo próprio Octopus para derrotar os Octabôs, e volta a usar o capacete do final da saga “Ilha Aranha” e na sua Spider Armor na recente saga “Fins da Terra”, e todas as vezes que ele usou tal aparelho, abria uma brecha para Octopus mapear sua mente, para assim, na edição #697, enquanto Peter lutava com o Duende Macabro, um Octabô chegasse de fininho, já sabendo como não ativar o sentido aranha de Peter e o picasse na nuca, transportando a mente de Octopus para o corpo de Peter e o vice-versa.

Resumindo o resto, a prisão é invadida pelo Homem-Hídrico e Trapster, um vilão até então desconhecido para Peter, eles capturam Octopus/Peter e fogem, assumindo que tudo era um plano arquitetado pelo próprio Dr. Octopus, o que Peter confirma pelas memórias. Os capangas afirmam que agora é hora de ir atrás do Homem-Aranha, vivo ou morto, o que Octopus/Peter reitera quer o Homem-Aranha vivo.

Dan Slott, roteirista da Espetacular Homem-Aranha, já disse que assim que sair a última edição, terá que se esconder dos fãs. Já sabemos que o Superior Homem-Aranha não será nosso amado Peter, quem então? Já foi confirmado que não será o Miles Morales versão 616, nem Kaine, clone de Peter e atual Aranha Escarlate… A maior aposta é que seja Miguel O’Hara, o Homem-Aranha 2099, ou o próprio Dr. Octopus, ou alguém totalmente novo. Já foi falado que o novo Aranha será sombrio, sério e violento, bem diferente do estilo de Peter, e trajará vermelho e preto.

Honestamente, como um fã não apenas do Homem-Aranha, e sim do Peter Parker, me entristece ver o que fazem com o personagem há anos, nada de bom fica pra ele, sempre tem que acontecer algo de muito ruim, agora irão substituí-lo sem nem dar a ele uma saída digna, óbvio que isso não será definitivo, ele voltará, assim como voltou depois de ficar um ano fora durante a famigerada Saga do Clone, assim como Bruce Wayne voltou após ficar um ano e meio fora após a Queda do Morcego. Peter Parker mora no coração dos fãs, e é bom que seja tratado com respeito. Deixarei para discutir o seu retorno após sair a edição #700, dia 26 de dezembro, apenas deixo aqui meu descontentamento com a forma que tratam meu herói de infância, chega de tratados com o capeta, atrizes encenando a morte da tia, trocas de corpos, guerras civis entre outros.

Agora que a notícia acabou, aproveita para conferir o vídeo mais novo no nosso canal!

sobre o autor Felipe Lima

29 anos, estudante de Administração de Empresas. Apaixonado por música, viciado em internet, cinema, Tony Hawk Pro Skater, The King of Fighters e NFS.