Review: Vingadores vs. X-Men

Capa da Publicação

Uma Briga que aconteceu por dois simples motivos: 1º a Marvel precisava de algo para justificar o “Marvel NOW!”; 2º Porque o Capitão América é um ******.

Sim, essa é a mais pura verdade, está certo que a trama de AvX foi legal, divertida e interessante, mas foi totalmente desnecessária. Fato é que a Marvel precisava de um grande evento para lançar o Marvel NOW!, algo que fizesse os fanboys gritarem, algo que tivesse sangue, pancadaria e principalmente: uma grande ameaça. Para o sangue e pancadaria bastava colocar as duas maiores equipes da Marvel uma contra a outra, mas era necessário uma desculpa para essas duas equipes brigarem, então porque não utilizar-se de Hope e sua ligação com a Fênix? Confesso que sei pouco dos bastidores e entrevistas dos escritores e produtores dos quadrinhos, mas duvido muito que este era o destino que os escritores de Messiah Complex, Messiah War e The Second Coming tinham para Hope.

Para falar a verdade, eu nunca gostei muito de Hope, e vendo que ela era a peça principal de AvX tinha até esperanças de que ela morresse no final. Não morreu. Mas isso sequer foi algo que realmente me incomodou, a coisa que simplesmente não fez sentido foi o inicio da briga, porque era obvio que eles sabiam onde queria chegar, o caminho até lá que era o verdadeiro enigma. E assim devem ter decidido que era hora de utilizar Hope logo, fazer ela ser possuída pela Fênix e trazer todos os mutantes de volta… Mas é da Marvel que estamos falando, fazer qualquer personagem ficar um mês sem ter um significante trauma é impossível, então porque não foder com todos os personagens de uma vez e criar uma guerra entre eles? “Todos vão amar”, devem ter pensado os produtores desta série limitada, e por mais que eu critique, eu gostei, foi algo divertido e interessante de ler, eu torci por e odiei vários personagens e é exatamente isso o que faz com que eu goste tanto da Marvel, a incrível habilidade que eles tem de fazer com que determinado evento tenha diversas repercussões e afete cada personagem de maneira diferente.

Tudo começou lá em 2005, quando a Marvel decidiu que o universo mutante estava muito grande, aproveitaram que a Feiticeira Escarlate havia ficado louca e possuída por um tipo de poder que lhe dava controle sobre a força da vida e criaram uma das mais épicas minisséries do universo Marvel, House of M (Ou Dinastia M) mostra um universo alternativo onde os Mutantes eram a maioria e os poucos humanos eram subjugados e considerados inferiores. Era um universo em que todos tiveram os “desejos” de seus corações atendidos, não vou falar muito mais do titulo, mas se você não leu, não sabe o que está perdendo! No final da saga Wanda Maximoff, a Feiticeira Escarlate, disse as três palavras que mudariam todo o universo Marvel naquele momento: “No More Mutants” (Sem Mais Mutantes) e assim toda a raça mutante foi dizimada a cerca de pouco menos de 200 mutantes.

Após House of M uma nova saga foi lançada, consistindo de 3 minisséries: Messiah Complex, seguida de Messiah War e Second Coming, nela vemos a História de Hope Summers, que logo em seguida da destruição da espécie Mutante causada pela Feiticeira Escarlate, nasce e logo toda sua cidade é destruída, há vários grupos atrás dela e no fim, Ciclope acha melhor entrega-la a Cable, para cria-la no futuro, há alguns problemas, mas Hope volta depois de um tempo, junto de Cable e decide ficar com Scott em Utopia. Após isso tem toda a trama dela ter poderes semelhantes ao da Vampira, das “Cinco Luzes” e da Geração Hope, fato é que acho tudo isso muito chato (Menos a Idie e Pixie, amo eternamente as duas!).

E a partir dessa premissa, chegamos a Avengers vs. X-Men, fato é que, por ser a primeira mutante a nascer após o Dia M, Ciclopes e vários outros mutantes veem em Hope uma Messias, destinada a salvar a raça mutante e salvar a espécie. Ao final de Second Coming Emma Frost vê Hope controlando o fogo e atrás dela o fogo formando a figura de uma Fênix, desde então espera-se que Hope seja o novo avatar da força cósmica, já que Jean Grey foi há muito tempo morta por Xorn…

AvX começa exatamente no momento em que descobrimos que a Força Fênix está se encaminhando para a Terra, justamente para possuir Hope e destruir toda a humanidade, explodir a terra, e acabar com os bons valores e morais da família tipicamente americana… Ou pelo menos é o que o Capitão América e Os Vingadores acham. Tanto que, após descobrir que a Fênix está se dirigindo para a Terra, eles decidem ir até Utopia, a casa dos mutantes e dizem que eles simplesmente são obrigados a entregar Hope Summers aos Vingadores pois ela é uma ameaça para a humanidade, então agora vamos tentar ver em ambos os lados, ok? Segundo o próprio Wolverine a Força Fênix é perigosa porque “Um tempo atrás ficou loucona e matou um monte de pessoas-brócolis e destruiu o planeta”. Fato é que a Fênix em si é apenas perigosa quando se torna a Fênix Negra, os Vingadores sabem disso, mas parecem não se importar.

Agora me pergunto, onde estavam os Vingadores em “Phoenix: Endsong” e “Phoenix: Warsong”, na primeira a Força Fênix volta a terra, possui o cadáver de Jean Grey e realmente estava totalmente louca quase destruindo todo o planeta, depois a Força Fenix voltou, possuiu as Trigêmeas Stepfords, que ficaram louconas novamente devido a influencia da Força Fênix, porém dessa vez elas salvaram toda a espécie mutante, e os X-Men começaram a notar algo que a muito já havia sido dito nos quadrinhos, a Fênx é sim uma representação da Destruição, mas também da vida, como uma Força Cósmica, ela tem uma visão de tudo muito maior do que todos, então algo que para nós significa a destruição pode muito bem ser apenas algo que fez com que todo o universo entrasse em balanço… E é exatamente isso o que os X-Men começam a notar em seus diversos encontros com a Fênix, isso e que ela possui alguma ligação mais forte com os mutantes, já que de alguma forma está sempre ao redor deles…

Ou seja, sempre foram os X-Men que lidaram com a Força Fênix, não o Capitão América, não o Homem de Ferro, não o Punho de Ferro, os X-Men. E isso é o que realmente me irritou em AvX, os Vingadores caíram de paraquedas, em um assunto que não interessava a eles e no qual eles são totalmente ignorantes quanto. Porém, eles são “Os Vingadores” e no fim, obviamente eles acabaram ganhando, devido a uma patética transformação dos Eventos… Desde o começo os X-Men sempre estiveram com a razão, foi o Capitão América que invadiu a casa deles, ele que chegou fazendo ameaças disfarçadas cordialmente, ele que começou tudo. E como fazer com que mesmo após ter sido um idiota autoritário (como quase sempre é) ele estivesse certo? Simples, basta transformar alguns dos X-Men em super vilões possuídos pela Força Fênix. Que no fim querem novamente “destruir o mundo”, uma solução fácil, pratica e clichê, mas que serviu seu propósito.

E enquanto Avengers e X-Men se matavam ao lado de fora de Utopia, temos Hope acabando com tudo, já que ela agora não quer mais ser o Avatar da Força Fênix, mas também quer acabar com tudo isso, o que só pode acabar quando ela for possuída pelo ritmo Ragatanga Ser Cósmico. Ai do nada ela decide que é legal fazer uma viagenzinha para a Lua, já que lá se ela ficar louca e a Fênix Negra tomar conta de seu corpinho ela não vai matar ninguém… Provavelmente… E lá na lua mesmo é que começa o momento em que os X-Men passam a se tornar os vilões. Simplesmente porque o Homem de Ferro tentou destruir um ser Cósmico imortal… Pois é Stark, nem tudo pode se resolver com ciência… E com essa tentativa de destruir a Fênix, temos uma das coisas mais legais de AvX, os “Phoenix Five”, ou Cinco da Fênix, Ciclope, Emma Frost, Namor, Colossus e Magik são possuídos por partes da Fênix no lugar de Hope.

Acho que foi uma decisão extremamente acertada colocar justamente estes 5 personagens, que atualmente são os cinco X-Men mais “esquentadinhos” e/ou com problemas emocionais rolando… Basta ver Ciclope, ele é o líder dos X-Men, sempre foi e sempre será, ele sempre tenta ser seu melhor e sempre espera que as pessoas deem o máximo de si assim como ele, mas as pessoas não são assim e as decepções que anda tendo desde a Cisma dos X-Men junto a decepção com Hope sendo uma p***nha ingrata ajuda a qualquer pessoa… Emma Frost é uma ex-vilã e de verdade, acho que dos cinco ela era a única que conseguiria lidar com a Fênix, ela não estava em um lugar ruim recentemente (ok, ela quase matou a Hope, mas quem não queria matar essa chatinha? Não é culpa dela…) infelizmente todo o poder subiu a cabeça da Rainha Branca, fazendo com que ela virasse uma tirana louca… Mesmo assim, como não amar essa louca? Namor é um prepotente egocêntrico que obviamente seria o primeiro a ficar louco e querer sair destruindo tudo…

Colossus e Magik, sem duvidas, eram o que melhores representaram toda a dualidade da força Fênix. Colossus é o “tanque” da equipe, sempre disposto a se sacrificar para salvar todos, com o “Fanatico” dentro dele agora ele tinha mais medo do que antes de matar e ferir as pessoas, enquanto isso Magik, sua irmã, é uma mini psicopata que pouco está se importante em matar ou ferir alguém, importando-se apenas em fazer o que quer.

E por alguns minutos toda a situação de inverte, os Phoenix Five começam a “limpar” o mundo, criando fontes de energia sustentável, acabando com rede criminosas e vez ou outra, apenas se sentando e conversando com os vilões. E enquanto eles limpavam o mundo, os Vingadores, todos trabalhados no recalque, já começavam a pensar em inúmeras maneiras de voltarem a ser os heróis favoritos de todo mundo! E ai, aparece ela, a Diva, a Linda, Perfeita, o ser iluminado que veio para fazer com que AvX realmente ficasse suportável: Feiticeira Escarlate. Depois de ter destruído os Vingadores, ter retirado as habilidades de diversos mutantes e quase se casar com o Dr. Doom, ela voltou e está do lado dos vingadores, obviamente. O ponto alto é que, mesmo com a força Fênix, todos os mutantes morrem de medo da Wanda e ela já chega botando ordem em tudo! Hope vai definitivamente para o lado dos Avengers e ai os Phoenix Five começam a cair…

Namor é o primeiro, Emma Frost já virou uma ditadora maligna e mexe na mente dele para ele ir destruir Wakanda para que os Vingadores Entregassem Hope, foi necessário todos os Vingadores para derrotar apenas um deles e ai é que eles começam a ver que a coisa ficou preta… Enquanto Namor destruía tudo, Hope vai para a ~Terra Magica do Kung-Fu~ e fica lá, treinando e voando com os dragõezinhos… Enquanto os Vingadores apanham loucamente das quatro Fênix restantes que estavam muito mais fortes, já que quando Namor foi derrotado, sua parte de poder Cósmico foi para os quatro restantes. Colossus e Magik caem junto do sacrifício do Homem-Aranha, admito que nunca fui um fã dele, mas ver Colossus espancando o amigo da vizinhança foi algo bem chocante, fiquei sinceramente com pena dele, porém o Aranha soube usar a diferença entre os irmãos Rasputin e fez com que ambos se derrotassem, fazendo com que Emma Frost e Scott ficassem ainda mais poderosos…

E lá na terra do Kung Fu, enquanto Emma e Scott destruíam tudo e ficavam totalmente descontrolados, Hope pegava o poder do Dragão milenar que derrotou a Fênix quando ela veio séculos atrás para “destruir” a terra, começa a brigar loucamente com Wanda, então Tony Stark percebe que não se pode usar tecnologia contra a Fênix (duh!!!) e que o campo do Caos de Wanda combina com o poder cósmico da Fênix que Hope possui e que juntas elas podem derrotar a Fênix Negra que se tornou Ciclope e Emma.

 

No fim a Batalha foi na lua mesmo, Xavier morreu (novamente), Ciclope pegou os poderes de Emma Frost e virou a verdadeira Fênix Negra, Hope e Wanda derrotaram Ciclope… Alguem esperava algo diferente? A Hope possuída foi interessante, mas logo ela deixou ir, e a Fênix foi para dentro de cada mutante, devolvendo a eles seus poderes e iniciando uma nova fase na Marvel.

Após o final de Avengers vs. X-Men temos o AvX: Consequences, nele vemos a saga de Ciclope que tenta, inicialmente, se tornar um mártir da comunidade mutante, sendo morto na prisão, após isso ele decide juntar-se a Magneto, Magik e Danger, para criar um anova equipe de X-Men, destinada a combater qualquer ameaça a espécie. Nela também vemos Magik liberando o irmão do Fanático, e revelando que poderia ter feito isso desde o inicio, mas não fez porque gostaria que o irmão soubesse como ela se sentia… A trama termina com os antigos  Phoenix Five como fugitivos, Ciclope e Magik como um vilões, Colossus em uma caverna qualquer, isolado do mundo, Namor fugitivo e Emma Frost presa.

E assim acabou-se uma das sagas mais desconcertantes e irregulares da Marvel, um disparate literário que, acreditem ou não, poderia ter sido pior… Nas ideias originais a luta final deveria ser em Utopia, Wanda e/ou Magneto deveriam morrer e se segurem: O Capitão América seria o ultimo Vingador a cair diante de Ciclope/Fênix Negra. Agora me pergunto como, há apenas três explicações plausíveis para isso, na primeira Steve teria nocauteado Tony em algum momento de distração e roubado sua armadura, ou ele pode ter ficado escondidinho enquanto todo mundo brigava brutalmente, ou (a minha favorita) ele procurou abrigo nos másculos braços de Thor, que o protegeu do grande e mau Ciclope… Sinceramente não entendo isso de insistirem em colocar o Cap. Como esse símbolo de força e poder, gosto dele como líder dos Vingadores sim, mas ele definitivamente não é essa Coca-Cola toda e se AvX serviu para provar algo, é que ele precisa de umas férias, esfriar a cabeça e parar de achar que ele manda no mundo…

sobre o autor Leo Gravena

Jornalismo | Chaos Magic | X-Men | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."