Capa da Publicação

Power Rangers – Liberadas as primeiras críticas do filme!

- – Chegou a hora de morfar e descobrir se os novíssimos Power Rangers agradaram os críticos.

Por Jangarélli → O novo filme dos Power Rangers, dirigido por Dean Israelite, estreia nessa quinta-feira, mas já podemos ter uma ideia do que está por vir. A primeira leva de análises do longa já saiu e os textos estão mistos. Isso não significa, exatamente, algo ruim.

O ponto principal apontado nos textos é que o filme demora demais para abraçar toda aquela loucura que nós amamos nos Power Rangers. Ao que parece, grande parte da produção é focada nos personagens descobrindo seus poderes, tudo para desembocar em um final clássico de blockbuster.

Confira algumas das críticas abaixo:

Depois de 90 minutos de acrobacias e brincadeiras adolescentes, uma história de origem lamentavelmente genérica e de triunfos não tão triunfantes – nossos heróis passam metade do filme aprendendo como morfar, quando tudo se resume em suas armaduras coloridas, chiques e tecnológicas, se formarem do jeito certo – Power Rangers finalmente se desenrola em um desses finais explosivos que foram ironizados em ‘Birdman’, como a essência da decadência dos blockbuster. E é isso, mas, para colocar em termos de filme pipoca: só porque você sabe que uma sequência dessas é ruim para você, não significa que ela não é divertida de se assistir” – Variety.

O filme é ótimo durante os poucos e breves momentos onde abraça toda a loucura cartunesca que fez da série de TV um ícone cultural, mas ele timidamente se afasta de todas essas indulgências bobas conforme fica com medo de ser pego com a mão na massa; por que usar a inesquecível música-tema da série (Go Go, Power Rangers!), se você vai cortá-la logo depois de alguns acordes? Power Rangers devia ter a coragem de vestir a máscara e trabalhar com sua audiência. Pode não ser viável entupir o filme de cores, mas isso não significa que nós precisamos receber uma cópia em preto e branco no lugar. Nota: C-“ – Indiewire.

Power Rangers é uma bobagem completa, mas conforme essa bobagem segue, melhor ela fica. O filme entrega energia o suficiente para te fazer esquecer os clichês nas histórias de origem. E as coisas previsíveis de ‘salvar o mundo’. E a quantidade absurda de publicidade. (Não importa o quanto a Krispy Kreme pagou para estar nesse filme, o dinheiro valeu a pena). Esse quinteto de atores é tão empático e carismático que conseguem segurar o final ‘John Hughes’ do longa. E se você não está assistindo pela atuação, então pelo menos você terá cinco heróis de armadura brilhante dirigindo espaçonaves com formato de dinossauro que, eventualmente, se fundem em um robô espadachim gigante. Se esse é o porquê de você ter pago para ver o filme, então Power Rangers te retorna, centavo por centavo” – The Wrap.

Como alguém que não é tão fã assim da franquia Power Rangers (eu odiava quando era criança e comecei a apreciar seus charmes só quando me tornei pai), essa é uma tentativa interessante de moldar uma adaptação concreta e liderada por personagens, que mistura o gênero, de forma eficiente, com um espetáculo de super-heróis insano… Em seu melhor, Power Rangers é um aceno para o filme dos Mestres do Universo e para o primeiro Tartarugas-Ninja. É de uma época onde fazer um filme mais obscuro e sério, com grande orçamento, baseado em seus personagens infantis favoritos – algo que parecesse um filme real – era uma coisa rara e esplendorosa” – Forbes.

Você pode criticar o fato de que o filme leva tempo demais em sua fase de ‘história de origem’, e que suas várias tiradas indecentes vão pegar a audiência mais jovem de surpresa, mas é uma montanha-russa tão despretensiosamente divertida que você não vai conseguir não se envolver. Até mesmo a música, de Bryan Tyler, indo na onda de hits pop-rock, possui um deleite eletro-synth inesperado. Pode ter suas falhas – e tenho certeza que os fãs mais raiz vão encontrar mais que eu – mas, levando em conta seu material fonte datado, Power Rangers é muito melhor do que poderia ser em várias maneiras. Não tem nada mais que eu possa dizer além de ‘Go, go watch Power Rangers!’. Nota: 7,5/10”. – Critical Hit’s.

E aí, o que você espera da nova aventura dos Rangers nos cinemas? Não esqueça de comentar!

Confira nossa galeria com as últimas imagens liberadas do filme:

Power Rangers já está em exibição dos cinemas!

Fonte: HeroicHollywood

Agora que a notícia acabou, aproveita para conferir o vídeo mais novo no nosso canal!

sobre o autor Jangarélli

Assessor de Comunicação. Jornalista. Senhor dos Sonhos que não sonha. Madonna de Jakku.