Capa da Publicação

American Gods – Produtores falam sobre representatividade e a segunda temporada!

- – Estamos mais do que ansiosos pela segunda temporada!

Por Guilherme SouzaAmerican Gods se tornou uma série incrível para uns e polêmica e controversa para outros. Religião é um assunto delicado de se abordar e a série, inspirada no livro de mesmo nome escrito por Neil Gaiman, aborda várias delas de maneiras pouco ortodoxas, como por exemplo a reunião com diversas representações de Jesus, ou Bilquis, a deusa da luxúria que se alimenta de seus parceiros sexuais.

Outro grande fator muito presente na série, é a importância igualitária entre personagens femininos e masculinos, e em uma conversa com o Nerdist, os produtores Bryan Fuller and Michael Green comentaram sobre esse assunto e a aguardada segunda temporada:

“Nós queríamos dar papéis mais balanceados na série. O livro tem um número limitado de páginas para contar a história, e se as personagens femininas fossem abordadas da mesma forma que Shadow e Wednsday, seria um grande avanço. Neil apoiou a ideia, e fizemos uma série de TV. Tanto Michael quanto eu amamos escrever para mulheres, e explorar personagens femininos. Só pareceu absolutamente necessário, e sequer consideramos outra opção.”

Após chegarem a esse consenso, a primeira conversa dos produtores com Gaiman foi sobre estenderem os papéis de Bilquis e Easter na trama:

“Em nossas primeiras conversas com Neil, a ideia era adaptar um livro que amamos e dar vida a ele. Perguntamos a ele, ‘O que você acha de aumentarmos esses dois papéis, especialmente no início?’ e os olhos dele brilharam, pois essas eram personagens no qual ele mesmo gostaria de ter trabalhado mais, mas não podia como um romancista iniciante, que já estava escrevendo um livro que provavelmente causaria muita dor de cabeça a seus editores.”

Os produtores também comentaram que agora a série pode seguir em frente, já que conseguiram construir uma base sólida:

“A segunda temporada tem muito mais energia e direção do que a primeira, pois gastamos oito episódios tentando estabelecer um vocabulário, não para o público, mas para Shadow Moon entender o mundo em que ele vive. Terminamos a temporada com um conhecimento que nos dá a oportunidade de ir mais longe e cavar mais fundo na história dos personagens, já que todo mundo está situado. Agora é como se tivéssemos injetado combustível de avião.”

Aproveite e confira as últimas imagens e pôsteres de American Gods em nossa galeria:

A primeira temporada de American Gods está disponível no Amazon Prime Video.

Fonte: Bleeding Cool

Agora que a notícia acabou, aproveita para conferir o vídeo mais novo no nosso canal!

sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'