Capa da Publicação

Buffy, a Caça-Vampiros – Fox quer um reboot, mas decisão final é de Joss Whedon!

- – Será que vai rolar?

Por Felipe VinhaBuffy, a Caça-Vampiros, série que fez enorme sucesso nos anos 90, pode voltar. Ou será que não? Na verdade, ao que tudo indica, depende mais de Joss Whedon, criador e roteirista da série, do que da FOX, emissora responsável pelo seriado original.

Durante a conferência INTV, em Jerusalém, nesta semana, o diretor da FOX, Gary Newman, comentou que está aberto à possibilidade:

“Buffy talvez seja o seriado mais certo para trazemos de volta, mas não sei se conseguimos trazê-lo de volta sozinhos. É algo que falamos constantemente. Joss Whedon é um dos maiores criadores com quem já trabalhamos. Quando Joss decidir que é o momento certo, nós faremos.”

Newman comentou a respeito durante uma apresentação onde citava ainda outras séries queridas pelo público que retornaram, como 24 Horas e Arquivo X. Para ele, é mais fácil trazer este tipo de programa, já conhecido, de volta, pois você já conta com uma base pronta de fãs, o que ajuda no marketing.

Contudo, para a FOX, é algo que deve ser considerado com cautela:

“Reboots não são nosso foco. Na maioria das vezes só começamos com o criador junto. Admito que corremos atrás de Arquivo X por um tempo. Mas só trouxemos de volta quando também conseguimos de volta o Chris, David e Gillian. A franquia 24 Horas… Nós sempre queríamos.”

Buffy nasceu como um filme que mostrava uma jovem caçadora de vampiros, ordenada por um antigo caçador a dar um fim em uma raça milenar de sugadores de sangue. O longa faz tanto sucesso que o seriado foi produzido, estrelado por Sarah Michelle Gellar, com sete temporadas no total.

Veja ainda:

Fonte: Deadline

Agora que a notícia acabou, aproveita para conferir o vídeo mais novo no nosso canal!

sobre o autor Felipe Vinha

Já tentei salvar o mundo de uma invasão alienígena, mas hoje me contento em ser jornalista. Gosto de quadrinhos e suas adaptações na TV ou cinema, animes, tokusatsu, games e tecnologia. Vamos trocar uma ideia no Twitter @felipevinha