Capa da Publicação

A trajetória do Homem-Aranha no MCU e o que pode acontecer no futuro!

- – O sonho chegou ao fim…

Por Guilherme Souza Antes de Capitão América: Guerra Civil, parecia praticamente impossível vermos o Homem-Aranha junto aos Vingadores nos cinemas, mas Kevin Feige, presidente do Marvel Studios, conseguiu isso, ao menos por um tempo

Como sabemos, nos anos 90, a Marvel teve de vender grande parte dos direitos de adaptações de grande parte de seus personagens para diversos estúdios de cinema, pois estava à beira da falência. Dentre os personagens vendidos, estava o Homem-Aranha, que foi comprado pela Sony Pictures em 1999.

Durante o tempo em que esteve sob o comando da Sony, Peter Parker ganhou duas franquias cinematográficas estreladas por atores diferentes, mas o fracasso do segundo filme estrelado por Andrew Garfield foi um dos fatores que ajudou a viabilizar a negociação entre Sony e Disney, permitindo assim que finalmente o personagem fosse integrado ao Universo Cinematográfico Marvel. 

Há cerca de um ano, o Wall Street Journal publicou uma matéria bem interessante sobre como foi o primeiro encontro entre Feige e Amy Pascal, antiga presidente da Sony, para falarem sobre a inclusão do Aranha no MCU. De acordo com a nota, o encontro entre os dois aconteceu durante um almoço, porém Pascal não reagiu bem à proposta de Feige e chegou até mesmo a arremessar um sanduíche na cabeça dele

Tempos depois, a Sony sofreu com o vazamento de diversos e-mails de seus colaboradores, incluindo Pascal. O vazamento revelou para o mundo que A Sony e a Disney estava em negociações sobre uma eventual aparição do Aranha no MCU e a pressão do público não deu outra escolha para a Sony a não ser fechar o acordo. 

E esse foi o início da jornada de Peter Parker ao lado dos Vingadores nos cinemas. Com um novo intérprete, o acordo entre os estúdios previa o início de uma nova franquia do Aranha, dizimando os planos da Sony, que visavam a continuação da franquia estrelada por Andrew Garfield e um filme focado no Sexteto Sinistro

A primeira aparição do novo Homem-Aranha se deu em Capitão América: Guerra Civil, um dos maiores filmes do Marvel Studios e também um dos mais importantes. O filme serviu como o grande anúncio de Tom Holland como o novo intérprete do herói, além de nos mostrar que aquele Aranha era bem diferente de tudo o que a Sony já havia feito com o personagem anteriormente. 

O Aranha de Holland ganhou o carinho do público rapidamente e o personagem teve uma jornada estelar em todos os filmes em que apareceu posteriormente. Homem-Aranha: De Volta ao Lar, primeiro filme solo do herói neste novo Universo, serviu para consagrar Peter Parker de vez no MCU, além de estabelecer muitas bases para o personagem e seus coadjuvantes. 

A terceira iteração do Aranha no MCU se deu com Vingadores: Guerra Infinita, longa que mostrou o aguardado confronto entre os Heróis Mais Poderosos da Terra e o vilão Thanos. O longa foi um sucesso estrondoso de crítica e bilheterias e Holland mostrou de uma vez por todas que era o Aranha definitivo dos cinemas. Ao entregar uma atuação emocionante, o ator conseguiu levar milhares de fãs ao redor do mundo às lágrimas, além de deixar todos desesperados com sua morte prematura

Felizmente, a morte do Aranha nos filmes do Marvel Studios não durou muito tempo, pois o herói foi revivido em Vingadores: Ultimato, a joia da coroa da Marvel nos cinemas. Como antes, o herói voltou cheio de carisma e com uma aura de esperança, transpirando a mesma grandiosidade do personagem nos quadrinhos e mostrando o quão importante o Aranha é para a Marvel. 

Depois de tudo o que passou, Peter Parker só queria curtir umas férias com seus amigos e descansar, mas é claro que essas não são palavras que existem no vocabulário do Homem-Aranha. Em Homem-Aranha: Longe de Casa, segundo filme solo do herói produzido pela Sony em parceria com a Disney, vimos um amadurecimento do Personagem, bem como um aumento exponencial de sua importância para o MCU como um todo.

Além de ser considerado um Vingador, Parker também parece ter herdado a divisão de desenvolvimento das Indústrias Stark – e o garoto mostrou que realmente tem talento para isso. Como nem tudo são flores, o longa termina com o Mystério revelando a identidade secreta do Homem-Aranha para o mundo todo, deixando um gancho colossal para o futuro. 

Infelizmente, não foi só o mundo de Peter Parker que desabou. Essa semana, recebemos a triste notícia de que a Sony e a Disney não renovaram seu acordo acerca dos direitos de adaptação do Homem-Aranha nos cinemas, com isso, o Homem-Aranha não faz mais parte do Universo Cinematográfico Marvel

Os termos do acordo inicial entre os estúdios ainda são nebulosos e tudo fica ainda mais confuso quando tentamos entender os motivos que fizeram com que um novo acordo não fosse feito, mas no geral, tudo se resume a dinheiro. O Marvel Studios conseguiu tornar a franquia do Homem-Aranha um verdadeiro sucesso comercial para a Sony Pictures, já que os lucros dos filmes solo herói eram praticamente todo deles, inclusive, Homem-Aranha: Longe de Casa, foi o primeiro filme da Sony Pictures a ultrapassar a marca de US$ 1 bilhão em bilheterias

Segundo algumas informações, no acordo inicial entre os estúdios, a Sony arcaria com todas as despesas de produção e marketing dos filmes solo do Aranha, porém repassaria apenas 5% do lucro com as bilheterias do primeiro dia de exibições para a Disney. Após o sucesso de “Longe de Casa”, a Disney propôs um novo acordo, onde iria arcar com parte dos custos de produção dos filmes solo, mas em troca, receberia 30% dos lucros totais das bilheterias. Não contente com a nova proposta, a Sony decidiu simplesmente desfazer o acordo e continuar a franquia sem a ajuda de Kevin Feige

Quando fechou o acordo com a Disney, a Sony já sabia o quão lucrativo havia se tornado o mercado de filmes de super-heróis e mesmo tendo cedido o Aranha e alguns dos personagens de seu cânone para a concorrente, ela decidiu que faria seu próprio universo de filmes baseados em personagens da Marvel, que não teria ligação com os filmes do MCU. 

O pontapé inicial desse universo se deu com o filme solo do Venom, estrelado por Tom Hardy. Apesar de ter sido duramente criticado pelos especialistas, o filme foi um verdadeiro sucesso em bilheterias, mostrando que o pensamento deles estava correto e que eles deveriam realmente investir nessa ideia. Com isso, uma sequência para o filme do Simbionte, bem como adaptações focadas em outros personagens, tais como Morbius e Kraven, ganharam o sinal verde para a pré-produção.

A Sony ganhou ainda mais confiança com o lançamento da animação Homem-Aranha: No Aranhaverso, que foi um verdadeiro sucesso de crítica e público, rendendo até mesmo um Oscar para o estúdio. 

Mesmo com tantos projetos derivados em andamento, os fãs se perguntavam sobre a possibilidade uma aparição do Aranha de Holland no filme do Venom ou do Morbius, uma suspeita que sempre foi incentivada por representantes da Sony, mas que não chegou a acontecer, ainda. Agora que o Aranha não está mais atrelado ao MCU, a Sony pode usar o personagem integralmente e fazer o que bem quiser com ele

Seja em um novo filme solo do Venom, Morbius, Gata Negra, ou o que for, o Aranha está livre para interagir com os personagens que o cercaram por anos nos quadrinhos. Embora muitos estejam tristes com o fato de que não veremos mais o aracnídeo interagindo com o Doutor Estranho, Thor e outros, temos que torcer para que a Sony tenha aprendido algo durante o tempo em que trabalhou em conjunto com o Marvel Studios e que consiga fazer jus ao personagem. 

Contudo, também devemos cogitar a possibilidade de Holland não interpretar mais o personagem em um novo filme. Diversas fontes afirmam que o ator pode escolher entre estrelar um novo filme solo do Aranha ou não. Desde o princípio, Holland sempre foi um grande entusiasta do personagem e do Universo Marvel, mas parece que toda essa confusão sobre o rompimento entre os estúdios, pode acabar interferindo na decisão do ator

Caso ele decida não retornar para um novo filme, a Sony pode ter que escalar um novo ator e, mais uma vez, recontar a origem do personagem nos cinemas, mas será que essa é a coisa certa a se fazer? 

Por hora, nos resta aguardar para descobrir o que acontecerá no futuro. Quem sabe com toda a repercussão que o assunto ganhou, os estúdios não acabem reconsiderando e o Aranha permaneça no MCU?

Fique com imagens de Homem-Aranha: Longe de Casa em nossa galeria:

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'