Capa da Publicação

[CRÍTICA] Metal Wolf Chaos XD – Maravilhosamente caótico!

- – Lançado exclusivamente para o Xbox no Japão em 2004, a gema da From Software finalmente foi re-lançada para plataformas modernas.

Por Lucas Rafael Metal Wolf Chaos XD é um game produzido pela From Software, uma das desenvolvedoras mais celebradas do mercado cujo renome foi construído através de franquias como Dark Souls, Bloodborne e, mais recentemente, Sekiro: Shadows Die Twice. O prestígio da desenvolvedora se tornou tamanho que seu próximo game, Elden Ring, se trata de uma parceria com o aclamado escritor George R.R. Martin.

Mas antes da From revolucionar o gênero RPG de ação e se tornar famosa por títulos desafiadores, ela criou um jogo sobre o presidente dos Estados Unidos da América pilotando um robô armado até os dentes contra um golpe militar. Disponível apenas no Japão, o game foi lançado só agora (06/08) para o ocidente, através da distribuidora Devolver Digital.

Ali por 2004, a From Software foi abordada pela Microsoft, que visava vender mais unidades do primeiro Xbox no Japão, país onde o console não tinha muito destaque.

Tendo a Microsoft como distribuidora, o estúdio então criou um game de ação no qual você pilota um Mecha (robô). Na trama, o jogador controla o presidente dos EUA, Michael Wilson.

Após sofrer um golpe de estado orquestrado pelo seu vice-presidente, Richard Hawke, você deve percorrer a América com a missão de livrar o país das garras do golpe militar, restabelecendo assim a tão prezada liberdade americana.

Trazendo a Casa Branca abaixo.

Sim, o tom narrativo de Metal Wolf Chaos é completamente absurdo.

Tão absurdo quanto pensar que o estúdio responsável pela criação de mundos decrépitos e sombrios como o de Dark Souls já concebeu um jogo assim.

Independente de você controlar um guerreiro desalmado por pântanos lúgubres ou um robô gigante avançando por uma base militar, é perceptível que naquela época a From Software já sabia muito bem o que estava fazendo.

Metal Wolf Chaos XD é um dos jogos mais alucinérgicos (palavra que acabo de inventar fundindo Alucinante com Enérgico) existentes. Pense na adrenalina de um Devil May Cry somada ao caos de um tiroteio desenfreado em Gears of War. É por aí que o repertório de jogos que já consumi me permite definir a sensação de jogar Metal Wolf Chaos.

O seu mecha possui diversas armas, separadas entre Pesadas e Leves. Conforme você liberta reféns mantidos pela ditadura militar e obtém metais raros oriundos das estruturas que colapsam sob o efeito explosivo de seus mísseis, você desenvolve novas armas com maior dano, menor tempo de recarga, armazenamento de munição expandido e coisa e tal.

Dessa maneira, Metal Wolf Chaos ganha uma camada gerencial através da qual toda a destruição em nome da liberdade que você propaga enquanto joga pode ser convertida em equipamentos para uma destruição ainda mais efetiva.

Pensa num robô estiloso…

O jogo de 2004 parece interessar mais aos fãs da From Software que buscam conhecer melhor o catálogo do estúdio. O que é uma pena, já que Metal Wolf Chaos merece destaque como um clássico subestimado do panteão de jogos de ação.

Os mapas aqui não estão preocupados com realismo. Os cenários de Metal Wolf Chaos XD mais se parecem com… cenários mesmo. Como uma cidade japonesa em um filme tokusatsu, construída apenas para ruir sob combate titânico.

Estilhaços voam para todos os lados, explosões precedem um tanque de guerra virando uma cambalhota antes de cair sob diversos soldados americanos que atiram em seu robô como uma formiga abocanha a unha de um leão.

A missão na qual percebi estar apaixonado por Metal Wolf Chaos foi uma das primeiras, no deserto do Arizona, mapa que simula um vilarejo de faroeste.

Armado de uma espingarda gigante e uma pistola, o objetivo era derrotar três mechas do exército americano ali presentes. Mas meu trio de inimigos estava camuflado por um mecanismo de invisibilidade, o que dificultava minhas investidas.

Era necessário explodir certas áreas militares no meio daquele cenário árido para desabilitar o mecanismo de camuflagem e, por fim, encarar os três robôs belicosos em um combate frenético, enquanto saloons e residências explodiam e voavam ao nosso redor sob o escaldante sol do Arizona que maltratava a couraça metálica de meu mecha justiceiro.

Eletrizante.

 

A visão que Metal Wolf Chaos traz dos EUA é uma bastante arquetípica: se você tomar um drinque toda vez que as palavras “Liberdade” ou “Justiça” forem proferidas, certamente vai acabar em coma alcoólico.

Existe uma cobertura jornalística sendo feita pela emissora DNN (qualquer semelhança com CNN é mera coincidência), na qual um repórter extremamente parcial interpreta de maneira equivocada o caos que se desenrola na batalha, pintando o exército americano como heróis e o robô Metal Wolf, que você controla, como um terrorista.

Existe uma malícia subversiva enterrada no humor da trama do game. Algo que me lembra filmes como Tropas Estelares, Robocop, ou qualquer coisa do diretor Paul Verhoeven no geral. É bobo, divertido, excessivo. E tem uma substância cinicamente perversa por trás de tudo isso.

Alguns aspectos gráficos do game podem incomodar um pouco nos dias de hoje, já que se trata, afinal de contas, de um relançamento polido aguentar novas dimensões de resolução. Ainda assim, é surpreendente o quanto o jogo envelheceu mais do que bem.

Metal Wolf Chaos foi relançado este ano pela Devolver Digital, uma publicadora conhecida por suas investidas no mercado independente, lançando jogos que oferecem o respiro de originalidade criativa tão carente no mercado de games mainstream.

O humor de Metal Wolf Chaos XD e a qualidade da jogabilidade frenética caem como uma luva na identidade que a Devolver construiu para si até agora. Mesmo disponibilizando o jogo 15 anos após seu lançamento original, Metal Wolf Chaos ainda é uma dos títulos mais divertidos, enérgicos e absurdos que você vai encontrar por aí.

Afinal, não é em todo game que você controla o presidente dos EUA pilotando um mecha armado até os dentes em nome da liberdade.

Com um gameplay frenético, história deliciosamente absurda e muita personalidade para esbanjar, Metal Wolf Chaos é excelência pura, ainda em 2019.

A nota final para o relançamento de Metal Wolf Chaos são explosivas 4,5 bandeiras americanas de 5. Viva a liberdade!

 

Metal Wolf Chaos XD está disponível para PC, PS4 e XOne. 

Confira também:

Imagem de perfil
sobre o autor Lucas Rafael

Entusiasta de coisas demais