Capa da Publicação

Desenterrando um clássico – Disney CRUJ e TV Globinho, a alegria da garotada!

- – CRUJ, CRUJ, CRUJ, tchau!

Por Guilherme Souza Se você cresceu durante o final dos anos 90 e início dos anos 2000, provavelmente deve se lembrar dos programas Disney CRUJ e TV Globinho, que eram exibidos pelas emissoras de TV aberta, Globo e SBT, respectivamente. 

Enquanto o CRUJ (Comitê Revolucionário Ultra Jovem) era exibido no início da noite, a TV Globinho alegrava as manhãs da garotada, contudo, apesar de terem propostas similares, ambos os programas atendiam parcelas distintas do público, sendo o primeiro mais voltado para o público infantil, enquanto o segundo já se comunicava com os adolescentes. 

Por se chamar Disney CRUJ, fica explícito que o programa exibia, majoritariamente, animações feitas pelos estúdios Disney, tais como Bonkers, A Turma do Pateta, Os Super Patos e tantos outros que marcaram a infância de muita gente. Inicialmente, o programa era chamado de Disney Club, mas com o tempo, a trama dos apresentadores acabou ganhando mais corpo e ele foi rebatizado para Disney CRUJ. 

Criado por Cao Hamburguer, o mesmo criador de Castelo Rá-Tim Bum, o programa se tornou um fenômeno no período em que foi exibido e era um forte concorrente para os animes exibidos pela extinta Rede Manchete. 

Apresentado inicialmente por Caju, Chiclé, Macaco e Maluca, o programa ganhou notoriedade não só pelas animações que exibia, como também pela trama criada para os apresentadores, que narravam seu cotidiano e que fundaram o comitê como uma espécie de Clube livre de adultos, ou seja, o sonho de muitas crianças. 

O sucesso foi tanto, que a Disney começou a incentivar concursos culturais através do programa, como a escolha de uma fã para dar voz à princesa Melody em A Pequena Sereia 2: O Retorno Para o Mar

Larissa Cardoso foi a vencedora dentre mais de 2000 concorrentes do concurso e teve sua voz imortalizada na animação, ou seja, realizou o sonho que milhares de outras crianças têm até hoje. 

Quanto à TV Globinho, até hoje, o fim do programa é motivo de tristeza para muitos, inclusive, Fátima Bernardes chegou até a ser responsabilizada pelo encerramento, contudo, sabemos que os motivos por trás disso era a baixa audiência. 

Há quem não se lembre, mas inicialmente, a TV Globinho era apenas um quadro dentro do programa Bambuluá, uma novela infantil protagonizada por Angélica. Em Bambuluá, conhecemos os Cavaleiros do Futuro, que protegiam a Cidade dos Sonhos contra o Senhor Dumal e seus capangas. 

Famosa por seus programas infantis matinais, a Globo conseguiu emplacar a novela por dois anos, porém o que realmente se sobressaiu foi a TV Globinho, que acabou se tornando um programa independente, que era exibido de segunda à sexta. 

Responsável por exibir desenhos como As Aventuras de Jackie Chan, Dragon Ball, A Lenda de Tarzan, Samurai X e tantos outros, o programa chegou ao fim em 2015, ficando no ar por exatos 15 anos, o que é um tempo recorde para programas do gênero.

Embora a Globo tenha adotado uma nova posição em relação aos programas infantis, a TV Globinho marcou a infância de muita gente e alegrava a manhã daqueles que só tinham acesso à produções desse gênero através da TV aberta. 

Atualmente, com a chegada das plataformas de streaming, facilidade de acesso à internet e redução nos custos de TV por assinatura, os programas voltados ao público infanto-juvenil se tornaram cada vez mais raros, contudo, os que puderam acompanhar essa época sempre se lembrarão de sua existência com carinho

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'