Capa da Publicação

Game of Thrones – Ator explica porque o Verme Cinzento não matou Jon Snow!

- – Muitos fãs ficaram em dúvida.

Por Leo Gravena → San Diego Comic-Con ainda está a todo o vapor e ontem a noite, tivemos o ultimo painel de Game of Thrones no evento.

O painel contou com Maisie Williams (Arya Stark), Isaac Hempstead Wright (Bran Stark), Nikolaj Coster-Waldau (Jaime Lannister), Liam Cunningham (Davos Seaworth), Conleth Hill (Varys), John Bradley (Sawwell Tarley) e Jacob Anderson (Verme Cinzento). Anteriormente, os criadores da série, David Benioff e Dan Weiss acabaram cancelando sua participação no painel, junto dos atores Iain Glen (Jorah Mormont) e Natalie Emmanuel (Missandei).

Durante o painel, Anderson, que interpretou o Verme Cinzento na série, foi perguntado do porque seu personagem não matou Jon Snow assim que ele teve a chance, já que Snow havia matado Daenerys Targaryen.

“É uma boa questão. Eu acho que, na minha cabeça, teve um momento pelo fim com o Verme Cinzento em que ele ficou tipo ‘isso é o bastante’. Eu acho que isso é grande parte do motivo pelo qual ele vai embora. Todos que eram queridos para ele estavam mortos agora e ele tinha acabado de aprender a ter pessoas próximas a ele. Então eu acho que ele pensou ‘este é um lugar violento, não é isso o que eu quero para a minha existência. Eu não quero que seja apenas violência’. Etão eu acho que existe o sentimento de que ele queria que houvesse um julgamento – ele não queria matar todo mundo. Não mais. Eu não acho que ele queria necessariamente matar o Jon Snow, ele apenas queria que ele não estivesse vivo”.

Concorda com a visão do ator sobre o personagem? Muitos fãs ficaram se perguntando porque o Verme Cinzento deixaria Jon Snow simplesmente ficar vivo e aguardar por julgamento quando ele poderia ter matado o personagem a qualquer momento, contudo, faz sentido se ele não queria realmente matar Jon, mas ainda assim, quisesse que ele morresse.

 

Fique com imagens da temporada final de Game of Thrones em nossa galeria:

Imagem de perfil
sobre o autor Leo Gravena

Editor-Chefe | @LeoGravena
"...It was never going to be okay..."