Capa da Publicação

Não há problema algum em ter um ator negro interpretando o Batman!

- – Qualquer um pode ser o Batman, desde que tenha talento para atuar.

Por Guilherme Souza → Há alguns dias, Ben Affleck confirmou que não interpretaria o Batman no filme de Matt Reeves, algo que deixou muitos fãs tristes e desapontados, já que muitos acreditam que Affleck representa muito bem visualmente o Bruce Wayne/Batman dos quadrinhos.

Até o momento, a Warner Bros. não se pronunciou sobre quem será o próximo intérprete do Batman nas telonas, contudo, desde que o anúncio foi feito, diversos atores já manifestaram seu interesse no papel e até surgiram algumas supostas listas com atores nos quais o estúdio estaria interessado. Em meio a essas listas, figuram nomes como Armie Hammer, John Hamm, Ben Barnes e outros que seguem um padrão visual facilmente identificável com o personagem dos quadrinhos.

Mas além desses atores, a lista também conta com nomes como Michael B. Jordan e Idris Elba, outros dois atores excelentes que, apesar de não partilharem da semelhança física com o personagem, já se mostraram muito talentosos e capazes de assumir um papel dessa magnitude.

Obviamente, muitos fãs estranharam a aparição do nome desses atores na lista de possíveis cotados para o papel, já que eles não partilham de nenhuma semelhança com o personagem, mas será que isso é realmente necessário?

Desde que foi criado, o Batman sempre teve a mesma origem canônica, que narrava a história de um garoto rico cujos pais morreram durante um assalto no Beco do Crime. Quando cresceu, Bruce foi treinado pela Liga das Sombras e voltou para Gotham e se tornou o vigilante conhecido como Batman. A história já foi recontada muitas vezes nos cinemas, sempre seguindo o mesmo padrão e estrelada por atores que tentavam emular a aparência do personagem nos quadrinhos.

Acontece que em 2019, o Batman completará 80 anos de existência nos quadrinhos, o que diz muito sobre sua aparência. Há 80 anos, era regra ver nos quadrinhos super-heróis brancos, na grande maioria homens, héteros e que seguissem um padrão condizente com a sociedade norte-americana da época (algo que não mudou tanto assim). Sendo assim, é um fato de que era impossível que um personagem como o Batman fosse negro, já que sua época de criação não permitia isso.

Mesmo com esse padrão pré-estabelecido, a indústria dos quadrinhos evoluiu e, pouco a pouco, vimos personagens mais diversificados e abrangentes. Oitenta anos depois, o Bruce Wayne/Batman ainda continua tendo a mesma aparência nos quadrinhos, mas será que nos cinemas isso não pode ser diferente?

Como dito acima, a história de origem do Batman já está bem estabelecida na mente do público, o que facilita a adaptação para as telonas, mas ao falarmos em adaptações, temos de levar em conta que não se trata de uma cópia idêntica ao material original, mas sim, retirar alguns elementos como base e criar uma nova narrativa que remeta aos quadrinhos.

Sendo assim, é possível vermos um garoto negro rico, que perde os pais e que é treinado pela Liga das Sombras para se tornar o vigilante conhecido como Batman. Ao contrário de personagens como Pantera Negra, Tempestade e Miss Marvel, o Batman não possui nenhum vínculo cultural em suas origens, não existe nada que obrigue o personagem a ser branco, a não ser o padrão social da época em que ele foi criado.

Além do fato de não existir nenhuma amarra cultural nele, existe também o fato de que ele é um personagem fictício, permitindo mais uma vez que sua etnia seja alterada, independente da referência visual.

Por fim, também devemos considerar que adaptações recentes de super-heróis da DC não seguem à risca a referência visual dos quadrinhos. Ben Affleck não tinha olhos azuis como o Batman dos quadrinhos, assim como Gal Gadot também não tem os olhos da mesma cor da personagem que interpreta. Ezra Miller não é loiro como o Barry Allen dos quadrinhos e Jason Momoa não é um príncipe loiro dos olhos claros, assim como o Aquaman se apresenta na grande maioria de seus quadrinhos.

Independente de quem seja o próximo intérprete do Batman, torcemos para que seja um bom ator, que ame o personagem e que sinta prazer em interpretá-lo, afinal, é disso que o personagem precisa. O Batman nunca se resumirá a apenas um ator e talvez essa mudança seja a renovação que o personagem precisa para se manter interessante para novas gerações.

Fique com nossa lista de possíveis substitutos de Ben Affleck no papel de Batman:

Agora que a notícia acabou, aproveita para conferir o vídeo mais novo no nosso canal!

sobre o autor Guilherme Souza

Outra grande manchete: 'Água, molhada!'