Capa da Publicação

Por que Animais Fantásticos 3 foi adiado?

- – As razões que levaram a Warner a empurrar o filme!

Por Evandro Lira O terceiro filme da franquia Animais Fantásticos, prelúdio de Harry Potter, foi adiado em um ano. Inicialmente planejado para sair em novembro de 2020, dois anos após o segundo filme, a produção chegará aos cinemas apenas em novembro de 2021. E no lugar de público, nos resta especular sobre a razão por trás desse adiamento.

É inegável que a Warner Bros. não ficou satisfeita com os resultados de Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, e esse soa como o motivo mais evidente. O filme lançado em 2018 foi mal recebido pela crítica e fez uma bilheteria muito aquém do esperado, somando 653,7 milhões de dólares. Em comparação, o primeiro filme recebeu aclamação da imprensa e fez 812,5 milhões mundialmente em 2016.

Mas o que realmente pesou para o estúdio escolher adiar? As críticas negativas ou a decepção nas bilheterias? 

Conhecendo Hollywood, dá para afirmar que a bilheteria. Nos últimos anos, a Warner, por exemplo, tem se mostrado indiferente à recepção da crítica especializada. Batman v Superman foi uma das produções mais controversas dos últimos anos, mas fez um bom dinheiro, o suficiente para que mesmo com todos os problemas apontados, o estúdio mantivesse os planos de lançar Liga da Justiça no ano seguinte. O resultado foi catastrófico, e parece ter feito a produtora ter mais cautela sobre seu planejamento.

Com Animais Fantásticos, a Warner parecia apostar muito na nostalgia e na gigantesca base de fãs da obra de J.K. Rowling, mas definitivamente não contava que o boca a boca negativo pudesse interferir no desempenho do filme. Adiar o lançamento do terceiro capítulo da série parece a decisão mais sábia a se fazer no momento.

O gosto amargo deixado por Os Crimes de Grindelwald precisa de um tempo para ser esquecido, e um intervalo de três anos deve ser o suficiente. Uma boa descansada na imagem da franquia pode fazer milagre, e essa é, em parte, muito provavelmente a razão do adiamento.

Outra coisa que deve ter pesado na decisão foram as várias críticas colocadas na conta do roteiro de J.K. Rowling. A escritora de romances parece não ter tido o mesmo êxito de seus livros na hora de levar uma história original para as telonas, e vai precisa de mais tempo para reavaliar o direcionamento da narrativa. 

Animais Fantásticos também sofre, de certo modo, com a falta de clareza. Se você é fã do Mundo Bruxo, a essa altura você já entendeu do que se trata a franquia e sobre qual história J.K. Rowling está se debruçando. Mas para o público não-fã, ou para aqueles que apenas consumiram os filmes de Harry Potter, ainda é difícil entender o que o magizoologista Newt Scamander e suas dezenas de criaturas mágicas têm a ver com Dumbledore e Grindelwald, por exemplo. 

Tudo isso somado as polêmicas envolvendo o casting de Johnny Depp, a insatisfação com a direção de David Yates e o enfraquecimento da relação de J.K. Rowling com parte dos fãs, parece ter feito os produtores recuarem a fim de gerenciar a crise que se abateu sobre uma das maiores marcas da Warner Bros.

Dá sim para ser otimista com relação ao futuro da franquia Animais Fantásticos, que se seguir com seu planejamento original, ainda deve entregar mais três filmes até a conclusão épica que promete trazer Dumbledore e Grindelwald frente à frente. Como fã, espero que a equipe por trás do filme tenha sucesso em driblar os problemas e entregue um novo filme revigorado, nos lembrando mais uma vez o porquê do Mundo Bruxo ser um dos mais mágicos e apaixonantes universos da ficção.

Veja também:

Imagem de perfil
sobre o autor Evandro Lira

Bacharel em Cinema e Audiovisual, potterhead das antiga, filho dos filhos do átomo, fã de mais coisas do que deveria, frequentemente falando sozinho no Twitter. Segue: @evandroslira