Capa da Publicação

Vingadores: Guerra Infinita – Diretores explicam a importância da ausência do Gavião Arqueiro no filme!

- – Houve um bom motivo!

Por Raphael Martins Vingadores: Ultimato chegou ao mercado de Home Video esta semana, com cópias físicas em Blu-ray e formato digital. Entre os conteúdos extras, estão faixas de comentários com os diretores Anthony e Joe Russo e com os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFleely.

Esses comentários, que podem ser ativados durante a exibição do filme, acabam revelando uma série de curiosidades sobre a produção não só de Ultimato, mas também de Guerra Infinita, a primeira parte dessa história épica.

Refletindo sobre os motivos para o Gavião Arqueiro (Jeremy Renner) ter ficado de fora de Guerra Infinita, durante a cena que abre Ultimato, Joe Russo diz: “Essa cena deveria estar em Vingadores: Guerra Infinita, após Thanos estalar seus dedos. Pensamos que seria interessante pôr uma cena entre o Gavião Arqueiro e sua família. Acredito que tentamos pôr isso no filme, e olhamos para ela e dissemos ‘Oh, isso nunca vai funcionar. É muito desorientador.”

Stephen McFeely diz que o filme já estava “ocupado demais”, e completa: “Naquele filme, que termina com as pessoas desaparecendo em um planeta no espaço, e então em Wakanda… se você adicionasse um terceiro lugar…”, se referindo ao campo onde Clint Barton é visto com sua família. Mas para Anthony Russo, eles já estavam mostrando pessoas demais no filme.

Christopher Markus explica a razão de a cena ter aparecido só em Ultimato: “Ela também funciona muito bem para lembrar do que aconteceu ao final de Guerra Infinita, quando você a coloca no começo de Ultimato.” Joe Russo concorda: “Eu acho que sim. Ela traz você de volta emocionalmente muito rápido. Há um ano entre esses filmes, e esse filme ajuda a reiniciar e relembrar o público do que aconteceu naquele outro filme e em como eles se sentiram com ele.” Markus aproveita e fala sobre Clint Barton na cena que abre Ultimato: “Nós não vemos Clint de jeito nenhum em Guerra Infinita. Aqui nós o temos e ele está realmente ferido.” 

Joe Russo explica que não queria poupar os fãs de emoções negativas: “Não não nos seguramos durante a abertura do filme. Essa é basicamente como uma cena de um filme de terror logo na abertura do filme.” McFeely completa: “E meio que atrai as pessoas a ele. Quero dizer, presumidamente, todos os que foram ver esse filme, a maioria, viram o filme anterior. Então essa é uma daquelas situações onde o público inteiro já sabe mais do que o personagem e está cheio de pavor.” Para Anthony, “Essa é uma manobra pouco comum, geralmente não deixamos o público saber mais do que o personagem,” o que McFeely diz que a cena brinca com o suspense, não com a surpresa.

E ai, o que acharam da escolha de deixar o Gavião reservado para Ultimato?

Veja imagens dos bastidores filme na nossa galeria:

Fonte: CB

Imagem de perfil
sobre o autor Raphael Martins

Já fui um pouco de tudo: apresentador de TV, repórter, roteirista e hoje sou redator nesse noblário site. Gosto de longas caminhadas na praia, HQs, games, tokusatsu, cinema e filé com fritas. Você pode trocar uma ideia comigo e me ver reclamar da vida no Twitter @aqueleraphael