Capa da Publicação

Manual Legionário: Guia cronológico das sagas da Marvel – Parte 1

- – Para muitos fãs, entender a cronologia da Marvel pode parecer um desafio. E realmente é. Pensando nisso e atendendo a pedidos, resolvemos fazer uma série de manuais acompanhando a cronologia das sagas e dos grandes eventos da Marvel ao longo dos anos!

Por Gus Fiaux – Tentaremos dar o mínimo de spoilers o possível, mas para contar certas coisas, precisamos revelar outras, então esteja avisado. –

Para começar do básico, vale lembrar que tudo que conhecemos como Universo Marvel teve origem em 1961, com a estreia do Quarteto Fantástico nos quadrinhos. A partir disso, Stan Lee, Jack Kirby e Steve Ditko foram capazes de remodelar todo o universo, tomando alguns elementos da Timely Comics, de onde surgiram heróis como o Capitão América e o Namor.

Nos primeiros vinte anos da editora, cada herói tinha sua própria história bem definida e de certa forma, independente do que acontecia no universo como um todo. Crossovers, entretanto, não eram eventos raros, e sempre tínhamos heróis diferentes aparecendo no título solo de outro herói. Alguns desses encontros se tornaram lendários, como Demolidor e Homem-Aranha.

Porém, o verdadeiro e grandioso crossover se deu quando, em meados de 1963, cinco heróis totalmente diferentes se uniram e formaram os Vingadores. A partir dali o mundo foi se tornando cada vez mais lotado de super-heróis e, consequentemente, de vilões. Ameaças cada vez maiores tomaram conta dos quadrinhos, de modo que alguns heróis tinham que se reunir para combatê-los com uma maior frequência.

Entretanto, até 1982, a Marvel ainda não havia publicado nenhum evento de importância significativa. Todas as grandes histórias ficavam limitadas aos títulos de cada personagem ou equipe… E, então, veio o primeiro mega-evento da Marvel…

Imagem de perfil
sobre o autor Gus Fiaux

20 anos. Formado em Cinema e Audiovisual pela UFPE. Cineasta em desespero. Fã de quadrinhos e cultura pop. Para sempre revoltado com o Oscar roubado da Fernanda Montenegro. || @gus_fiaux